domingo, 29 de novembro de 2015

Padrinhos de um sonho

Moçambique, crianças, sorrisos, sonhos... Educação, desenvolvimento... Solidariedade, partilha... É nisto tudo que pensamos e sentimos quando aceitamos ser "Padrinhos de um sonho"! Pois bem, uma vez mais somos desafiados a apadrinhar aquela criança/ adolescente que precisa da nossa ajuda para poder ir à escola em Fonte Boa, para poder ter futuro...

O ano lectivo em Moçambique começa em Janeiro, pelo que teremos que enviar os nossos contributos até ao Natal. Lembramos que cada criança precisa de 100 euros/ano para poder estudar, em regime de internato, na escola secundária de Fonte Boa.

Se estiver interessado(a) em colaborar poderá fazer chegar o seu donativo, com o seu nome, morada e NIF (caso pretenda recibo) a:

Maria Helena Sarmento Pereira
Rua de S. João, nº3
4700-325 Braga

Poderá ainda fazer transferência bancária para o NIB:0007 0602 00334850007 38

Continuamos juntos... Em gestos de solidariedade!


video

quinta-feira, 5 de novembro de 2015


Concurso de desenho

Deixamos aqui as fotos enviadas pelo Professora Elizabete aquando da Entrega dos Prémios do V Concurso de Desenho. Ficam ainda alguns dos desenhos premiados.

"Os prémios foram muito bons.
Foi uma festa muito animada, os concorrentes que sabiam que os seus
trabalhos tinha sido selecionados estavam muito nervosos, mas muito
animados.
A música era boa, "Tabanka Jazz" e afins.
Estiveram presentes as Comunidades de Satemwa e Lifidzi e o diretor da Escola, todos entregaram prémios.
Todos estavam muito felizes. Eu também...
Beijinhos"

Elizabeth

A assistência muito animada

O feliz grupo dos premiados
A professora Elizabete com o Onésimo, o primeiro premiado
A professora Elizabete com o Tomás, o segundo premiado

Primeiro premiado
Segundo premiado

Segundo premiado
Terceiro premiado


segunda-feira, 3 de agosto de 2015

FESTA DOS FINALISTAS DOS 2º E 3º CURSOS DE INFORMÁTICA

No passado dia 25 de julho pelas 20 horas os alunos, dos 2º e 3º
Cursos receberam o Certificado do Curso de Informática da Missão de
Fonte-Boa, a eles se juntaram os do 1º Curso deste ano, totalizando
18 alunos. 

O curso tem um custo de cerca de 5 euros (200 meticais), não é muito, mas para alguns alunos é uma quantia considerável. O pagamento do Curso tem duas intenções, a primeira é valorizarem ainda mais a aprendizagem, e a segunda é ajudarem o projecto "Sementes do Amanhã".
No final do Curso e na Entrega dos Certificados é também dado o
donativo ao Pe. V'itor Lamosa.
Todos agradecemos a todos os "Padrinhos de um Sonho" que tornaram possível esta iniciativa na Missão de Fonte-Boa.


Elizabeth Santos






sexta-feira, 24 de julho de 2015


CONVITE

NÓS.
Domingos, Esperança, Germano, João, Jonassane, Armindo, Elias, Cirilo, Eduardo e Lucinda



… FINALISTAS DO CURSO DE INFORMÁTICA, TEMOS A HONRA DE CONVIDAR
TODOS OS AMIGOS DE PORTUGAL, QUE COM A SUA AJUDA,
 TORNARAM POSSÍVEL O NOSSO SONHO,
PARA ESTAR  CONNOSCO,  NA  NOSSA  FESTA  DE  FINAL  DE  CURSO,
NO PRÓXIMO SÁBADO,  DIA 25 DE JULHO  ÀS 20:00H,
NA SALA “TSOGOLO”.
ESPERAMOS TER A HONRA DA VOSSA PRESENÇA.



domingo, 19 de julho de 2015

O Clube de Leitura Tsogolo

Ao sábado de manhã as crianças, algumas, gostam de vir para o Clube de Leitura Tsogolo, ver livros de histórias, ouvir as mesmas e ver filmes de animação. Este sábado viram a "Branca de Neve e os Sete Anões". É um bálsamo para a alma...








domingo, 7 de junho de 2015

O pequeno Azarias, e outras alegrias!


Quero apresentar-vos o Azarias. Ele é uma criança que ficou sem mãe cerca de um mês após o seu nascimento. Conheci-o em Dezembro e ele estava mal, com sinais de subnutrição. Compramos leite e entregamos à avó. Há dias escrevia-me o P. Vitor: "A avó foi e acho que não soube dar o leite na quantidade exacta ao menino. Vinha buscar o leite e surpreendia-me com o facto de não estar a responder ao tratamento que supostamente recebia com o lactogene. A última vez que vi o miúdo, não tive dúvidas de o levar à casa dos órfãos de Makodzakodza onde uma das mães (Lanesse) é muito cuidadosa e está a tratá-lo bem. No início, as outras crianças achavam que ele ia morrer, tão fraco que ele estava, e até tinham receio dele. Com os cuidados que está a ter, sobretudo com o leite que toma (que é muito caro), papas de milho com soja e Cérelac, o Azarias está a ficar lindo, gordo, esperto, atento e com massa muscular à volta dos ossos."





Fica aqui também uma foto de duas crianças de Makodzakodza felizes em cima de um beliche. Agora dormem no fofo, devido à generosidade de uma amiga norueguesa que mobilizou um grupo para que os beliches pudessem ser construídos e assim dar mais conforto às nossas crianças órfãs.


Há uns dias foi carregado mais um contentor com várias coisas que se destinam essencialmente à ESIL (escola de Msaladzi) e às casas dos órfãos. Em apenas 40 pés cabem alegria, generosidade, partilha e esperança. O P. Vitor, responsável da Missão,  a todos agradece, dizendo: " rezo por todos e digo obrigado ao nosso Deus que de tantos modos nos ajuda a ajudar."










quinta-feira, 19 de março de 2015


Regresso às aulas!


As aulas na Escola Secundária da Fonte-Boa, Moçambique, começaram no passado mês de Fevereiro. Também começaram as aulas de apoio à disciplina de português aos alunos e alunas dos 8º, 9º e 10º anos. Estas aulas são uma iniciativa e oferta da Missão a todos os alunos da escola, mas principalmente aos Bolseiros, afilhados de tantos amigos que contribuem generosamente para que estas crianças tenham um melhor ensino e futuro. Bem hajam!

Elizabeth Santos

(professora de português)





domingo, 8 de fevereiro de 2015

Visita à Missão de Fonte Boa

A nossa queria Lena Sarmento esteve em Moçambique no passado mês de Janeiro. Acabada de chegar, deixa-nos o seu testemunho daquela que foi uma viagem para semear.

A Lena de visita à Missão de Fonte Boa com o Pe Vitor e o Pedro

"Quero partilhar convosco a experiência da minha ida recente a Moçambique, à Missão de Fonte Boa.
Estou a tentar digerir com serenidade o que vi e percebi. E  só me apetece agradecer, agradecer, agradecer! Estou a assimilar as vivências que tive: os momentos de partilha, os rostos das pessoas com os seus sorrisos de proximidade, as crianças brincalhonas, as marcas de doença e de miséria, o sentido de comunidade cristã e de família, a festa da Eucaristia, a expressão da gratidão, a música, a dança, a côr, a chuva enquanto benção de Deus, os campos verdejantes com o crescimento contínuo das plantas, o cheiro à terra, momentos de incapacidade de dar resposta a todas as solicitações, a alegria do cumprimento e da entrega… E nisto tudo vejo pessoas  felizes, vejo missionários que se entregam desmedidamente e são muito felizes! 




Fui ver a ESIL que ainda não está completamente construída, dado o atraso na receção de material oriundo de Itália. Que emoção! Festejei com os trabalhadores, dizendo-lhes que eles são muito importantes porque “ não há desenvolvimento sem educação”  e para isso é necessário que se construam escolas.
Apanhei as férias escolares e por isso não tive oportunidade de encontrar os afilhados dos “Padrinhos de um sonho”, no entanto recebi do responsável da Missão (P. Vitor Lamosa) um agradecimento muito grande , pedindo-me que o transmitisse a todos os que continuam a abraçar esta projeto. São cerca de 90 crianças que continuam a poder ter o seu sonho de estudar!



Fui a algumas casas dos órfãos, “Sementes do Amanhã”, onde renovei a vontade de fazer algo mais por estas crianças !
Levei comigo na bagagem muitas sementes, resultantes da campanha “A tua Missão é semear”, e que bonito foi o momento da sua entrega! Estas sementes vão permitir dar continuidade ao projeto Agricola, onde trabalham cerca de 100 pessoas assalariadas. Elas vão ajudar a alimentar várias famílias!





Não posso deixar de referir o curso de Animadores de grupos de Jovens que lá organizámos, tendo como base o que fizemos em 2014 nos Jovens em Caminhada. Foi muito bom!



Que bom foi andar nas aldeias, bem perto daquele povo que não sabendo falar português se torna próximo pelos gestos e, sobretudo, pelos sorrisos! E que engraçado perceber que muitos vestem a roupa que foi enviada por tanta gente de cá!





Vim com uma certeza: esta realidade não me pode ser indiferente, porque toca o Humano e nada do que é Humano nos pode ser distante!"

Lena Sarmento